O autoconhecimento como uma ferramenta importante para a vida!

Você já parou para pensar que todos os dias a vida nos dá oportunidades de vivermos a nossa melhor versão? 

Se o dia de ontem foi desafiador, podemos escolher aprender com esses desafios para tornar o dia de hoje mais leve e mais feliz.

Essa reflexão parece simples e óbvia num primeiro momento, mas a implementação dela pode ser difícil e desafiadora quando não nos conhecemos verdadeiramente.

Por isso, a jornada do autoconhecimento é muito importante.

Se conhecer implica trazer o olhar para dentro de nós em busca da nossa essência, do nosso papel na família, na sociedade e em todos os aspectos da vida. 

Quando temos esse olhar, descobrimos quem somos e o que de fato é importante para nós, nossos valores, os nossos sentimentos, o porquê fazemos o que fazemos e como nos relacionamos com as pessoas e o mundo à nossa volta.

A gente aprende a olhar as nossas emoções/sentimentos e conhecê-los de uma maneira mais profunda, o que nos auxilia, e muito, nas nossas interações com a gente mesmo e com todas as pessoas ao nosso redor.

Aprendemos a identificar as diferenças de pensamentos, dos sentimentos e reações frente a diferentes situações e cenários e com isso passamos a nos respeitar e também a respeitar as outras pessoas.

Quando a gente se conhece fica muito claro quais são os nossos pontos fortes e os nossos pontos de desenvolvimento e aprendemos a lidar com eles de forma a maximizar as oportunidades e os resultados de tudo o que fazemos e entregamos para o mundo.

O processo de autoconhecimento nos ajuda a lidar com nossos erros de uma maneira mais positiva, porque entendemos que errar faz parte da jornada de crescimento e desenvolvimento, assim, fica mais fácil identificar onde estamos falhando na implementação e realização de metas, e com isso aumentamos as possibilidades de buscar recursos para poder atingi-las.

Quanto mais nos conhecemos melhores são as nossas escolhas, e é mais fácil decidirmos por quais caminhos queremos seguir e quais são as oportunidades que queremos abraçar em busca da nossa realização pessoal e profissional. E com isso a vida fica mais harmoniosa, plena e repleta de significados que enchem o nosso coração e o nosso dia a dia de alegria.

Talvez você esteja se perguntando, por onde começar esse processo?

Seguem seis dicas que poderão te ajudar nessa jornada:

  1. Realize inventários de autoconhecimento, alguns que eu gosto bastante são: Insights, MBTI, Birkman, EQI-2.0, PVA – Personal Values Assessment.
  2. Peça feedback para seus familiares, colegas e amigos sobre seus pontos fortes, pontos de desenvolvimento, habilidades que eles percebem em você e que te tornam uma pessoa única.
  3. Crie o hábito de escrever sobre seus pensamentos, sentimentos, emoções e aprendizados diários e os releia e reflita sobre eles, sempre buscando aprender e se aperfeiçoar em ser uma versão melhor de você mesmo.
  4. Se permita participar de novas atividades que sejam desafiadoras para você. Procure essas oportunidades na sua empresa ou em projetos sociais e reflita sobre as experiências e aprendizados, e como eles estão contribuindo para o seu desenvolvimento e com a causa que escolheu se dedicar.
  5. Leia livros que poderão te inspirar; duas dicas: “Em busca de sentido – autor: Victor Frankl “ e Ikigai: Os segredos dos japoneses para uma vida longa e feliz – autores: Hector Garcia e Francesc Miralles i Contijoch
  6. Medite, a meditação é uma maneira muito especial de você aquietar os pensamentos, os sentimentos e relaxar o corpo. Com ela você desenvolve a sua habilidade de concentração além de ampliar a sua percepção e entrar em contato com a sua sabedoria e com isso aprender a dar mais atenção ao que de fato mais importa para você.

E agora eu te pergunto, o que você tem feito para contribuir com o seu processo de autoconhecimento?

Um abraço,
Marcia Sales de Oliveira Longaretti