Como que está seu planejamento para 2023?

Hoje é o último dia do primeiro mês do ano. Você já parou para fazer o balanço de como foi seu mês?

Ele foi produtivo? Foi feliz? Os primeiros passos em direção à sua meta maior foram dados? Ela pode tanto ser a sua “grande” meta para 2023, quanto projetos menores, tais como melhorar o idioma, desenvolver uma nova habilidade, fazer uma pós-graduação,…

Conheço muita gente que faz planos maravilhosos que nunca saem do papel ou que não chegam ao resultado desejado, isso porque muitas vezes dedicam bastante tempo à sua estruturação, mas só voltam a ele no final do ano quando não há mais tempo para ajustes de rota.

Eu, particularmente, gosto de quebrar meu plano anual em pedaços menores que podem variar entre 15 e 30 dias porque esse processo me ajuda a acompanhar a evolução da minha implementação e aumenta a possibilidade dessa meta ser atingida com sucesso.

Faço, ademais, acompanhamentos semanais de tarefas específicas, assim consigo monitorar a evolução ainda mais de perto e com isso posso celebrar as pequenas vitórias, fazer ajustes de rota e ter mais clareza do que preciso estudar, pesquisar, pedir ajuda e aprender para que eu avance um pouco mais, caminhando sempre em frente na direção daquilo que pretendo alcançar.

Para te ajudar nesse processo, seguem algumas dicas:

  1. Após o plano definido, quebre-o em etapas menores (entre 15 dias e no máximo 3 meses); conheço muita gente que gosta de trabalhar essa quebra por quarter.
  2. Defina as atividades que precisará fazer nesse período que você estabeleceu.
  3. Coloque foco e energia nessas atividades que te ajudarão a atingir a sua meta.
  4. Meça o seu progresso periodicamente, minha recomendação é de que seja semanal ou no máximo quinzenalmente.
  5. Celebre cada conquista, isso te motivará a seguir em frente.
  6. Gerencie os imprevistos e obstáculos que certamente aparecerão e faça ajustes na sua programação de forma que você recupere eventuais atrasos no seu cronograma.
  7. Identifique quais conhecimentos e habilidades você precisará desenvolver para que a sua meta seja atingida e os desenvolva.
  8. Quando sentir que ficou paralisado em um determinado ponto, não hesite em pedir ajuda.
  9. Mantenha foco na sua meta e nos benefícios que ela te trará e boa sorte!

E agora eu te pergunto, como você faz o acompanhamento dos seus planos e metas?

Compartilhe! Essa troca de experiências poderá ajudar quem está começando a fazer e colocar em prática os seus planos neste início de ano.

Um abraço,
Marcia Sales de Oliveira Longaretti